sábado, 5 de novembro de 2011

Reflexões sobre a revisão do PUR das praias da Baía - Niterói

    • 1.Tem sentido um PUR ser revisto pelo mesmo governo JRS que o elaborou e aprovou em 2002, na Câmara com portas fechadas ao povo e à oposição, e que redundou em toda especulação imobiliária que assistimos hoje na cidade?
      2. Tem sentido um PUR estar sendo revisto por um governo no apagar das luzes do terceiro ano de um mandato absolutamente inexpressivo - para não dizer incompetente - no que se refere à qualidade de vida da população, e portanto às vésperas de mais um ano eleitoral? Dá pra confiar nestas primeiras curiosas circunstâncias? Diz a secretária de Urbanismo através de notícia de jornal - http://jornal.ofluminense.com.br/editorias/cidades/plano-urbanistico-sera-alterado - que o PUR vem sendo revisto há 6 meses.. Quem vem acompanhando isso, que instituições vem, com sua participação, garantindo transparência no processo de estudo e revisão?
      ‎3.Na audiência pública de apresentação do diagnóstico do PLHIS-Plano Local de Habitação de Interesse Social em 17/10/2011 ficou registrado o que todos já sabiam, mas foi necessário uma empresa consultora do Sul, contratada pela própria prefeitura para dizer: As secretarias em Niterói não são articuladas entre si. Aproveitando essa revelação, pergunta-se, a secretaria de urbanismo está revendo um PUR novamente em dissonancia com, por exemplo o PLHIS que vem sendo executado pela secretaria de habitação? Sim porque se o PUR está sendo revisto há 6 meses isso deveria ter constado da citada apresentação do PLHIS mes passado e não foi.
      4. Nesta mesma audiência pública de apresentação dod iagnóstico do PLHIS em 17/10/2011, foi expliciatmente declarado pela consultora que a secretaria de Fazenda não havia liberado até aquela data dados sobre vazios urbanos em Niterói....
      ‎5.Ora como se revê um PUR e se pretende elevar o gabarito no Centro da cidade em 2 andares, para as construções residenciais, visando atrair à área central novos moradores, conforme citado no tal jornal com link acima, se esta mesma área também pode ser ocupada com Habitações de Interesse Social - mas que estes dados não são fornecidos pela Sercretaria de Fazenda - PMN?? A quem visa esta revisão do PUR?? Quem é o público alvo: a população niteroienses ou a indústria da construção civil?
      6. Não se pode estudar nem avaliar a cidade nem suas leis urbanísticas sem:
      6.1 dados atualizados sobre os licenciamentos aprovados de empreendimentos imobiliários na cidade;
      6.2 dados atualizados sobre os vazios urbanos na cidade.
      ‎7. Para que precisamos destes dados?
      Se o Jardim Icaraí já está esgotado, ou as áreas que restam nesse bairro já tem suas licenças aprovadas junto à secretaria de urbanismo, assim como em S Francisco, Charitas e Ingá (área de abrabgência do PUR que está sendo revisto) - por isso é importante termos acesso a estes dados o quanto antes!! - reduzir agora o gabarito nestas áreas, é no mínimo irrelevante, tardio, pois Ines é praticamente morta..
      8. Ou, considerando estarmos entrando em ano pré eleitoral, pode ser 'uma medida e tanto' que vai servir apenas para que esta administração - repito - ineficiente e incompetente, no que se refere à qualidade de vida de seus moradores, e traídos eleitores!, se promova, subindo no degrau de escada imaginária e acene como salvador da pátria aos seguidores de ouro de tolo!!!‎
      8.1 Assim como disse JRS meses atrás sobre o cinema Icaraí que não tinha mais sentido cinemas em ruas, e poucos meses depois, 'revê' sua posição e diz que vai desapropriar o mesmo cinema!!! Ora ora ora!...vai enganar quem?!
      9.E o plano Jaime Lerner? Já foi apresentado em audiência pública à população para seu conhecimento, estudo, avaliação e críticas? Assim como o tal Mergulhão, seu projeto já foi apresentado publicamente e aprovado?... Quando e onde?
      10. E o metrô linha 3, vai ter ou não vai ter? ainda que seja com verba federal e estadual, não dá pra se rever um plano urbanístico das áreas mais centrais do município (Praias da orla da baía) sem conhecimento claro sobre aprovação e execução - ainda que futura - do metrô.. se não 'amanhã' o mergulhão - se for feito! - será demolido e empurrado mais pra lá, a semelhança do que querem fazer com o terminal João Goulart, alegando que por ocasião de sua - suposta - execução, o metrô inda não tinha sido aprovado e seus traçados coincidem....etc etc e sua linhas arquitetônicas não combinam com a nova moda etc etc etc..

      ‎11. Sobre o atual terminal rodoviário, sua capacidade está de fato esgotada? Que estudos - feitos por quem - revelam estes dados? E em caso afirmativo, será que uma reforma nãos eria suficiente e também conveniente a uma cidade que precisa investir na questão social, como habitações, saúde, escolas? Será que é momento de se optar por moda, por modelito mais bonitinho de Oscar Niemeyer, em detrimento de uma população carente de habitação há pelo menos um ano e seis meses?!
      12. E o incentivo e estrutura para transporte coletivo e bicicletas versus uso carros? E o Metrô? Não dá pra rever PUR sem considerar a questão da mobilidade. Não dá para sair alargando todas as ruas como sugerem uns. Não é assim que se faz!!
      ‎13. Pra terminar minhas primeiras reflexões: Será que a população precisa de Torre panorâmica de Niemeyer à beira da baía de Guanabara de milhões de dólares?. Vá ver a vista no Parque da Cidade!!.. e não torra!
      Ou seja não dá pra confiar mesmo!!..Lembrem: a audiência pública vem aí. Precisamos ter acesso ao material dessa revisão do PUR. Precisamos estudá-lo, avaliá-lo e nos posicionar. A Câmara conta com 15 cidadãos apoiando qualquer coisa que a prefeitura sugira...Versus 3 outros que SEM NOSSA FORÇA, SEM NOSSA UNIÃO - COMO OPOSIÇÃO A ESTE DESGOVERNO JRS - NADA PODERÁ MUDAR!

      Não adianta apontarmos soluções individuais, ainda que excelentes! Precisamos estar embasados, tanto de dados como da proposta de revisão, para estarmos verdadeiramente cientes e nos colocarmos proativamente.
      Senão nos satisfaremos com nossas boas ideias pontuais, assim como clicamos que 'EU VOU' a qualquer evento sugerido pela internet e na hora aparecer a preguiça de tirar o pijama... 

      Pessoal, a revisão do PUR vem aí.. precisamos nos preparar e não sermos pegos de surpresa.. E, já que certamente - como sempre! - o anúncio da audiência pública será em cima da hora, precisamos estar atentos!!

quinta-feira, 3 de novembro de 2011

Poste em Niterói - De quem é a responsabilidade?!

Ao ver essas fotos poderão observar que existe um poste no meio da rua. É verdade, não é pegadinha não!
Isso fica perto do Largo da Batalha, em Pendotiba, na rua ao lado do HSBC, que liga a Estrada Caetano Monteiro à Estrada do Sapê. 
Há quase um ano (ou mais?!) este poste sobrou no meio da rua. A rua foi alargada e esqueceram o poste ali!
Dá medo assistir o vai e vem de carros desviando do poste.
De quem é a responsabilidade?
Ampla? NitTRans? EMUSA? Secretaria de Segurança?!
Seja quem for, é no mínimo da Prefeitura de Niterói que não fiscaliza e não respeita a população que paga elevados tributos!! Afinal tanto a NitTrans como Emusa são autarquias da Prefeitura.




quarta-feira, 2 de novembro de 2011

1º ato nas ruas em defesa do deputado Marcelo Freixo

Falta de transparência nos projetos em Niterói

A falta de participação popular e transparência nos projetos da prefeitura gera pânico na população.
As ressacas que atingiram o litoral fluminense foram em 29 de maio e de 22 a 24 de agosto. A prefeitura isolou o local e a única providência que estão tomando - agora! - se faz na calçada dos edifícios..
O CREA já indicou a necessidade de um quebra mar para reduzir a velocidade das ondas, antes mesmo de se fazer o terceiro calçadão, que provavelmente será novamente lambido pelas ondas... 
(..) "De acordo com o conselheiro do Crea e engenheiro civil especialista em estruturas, Antonio Eulalio, o temor de moradores da orla de que os prédios sejam afetados por tantas ressacas que atingem a via pode ter fundamento. Antonio afirma que se não for feita uma contenção com pedras ou um muro de gabião (gaiolas de pedras e estrutura metálica) – a exemplo da Praia da Urca, no Rio -, a rua da Praia João Caetano e, inclusive, as vias que se ligam a ela, podem sofrer com rachaduras, causadas pela trepidação com o choque da água. A construção do muro ajudaria as ondas a dissiparem a velocidade, chegando com menos intensidade ao calçadão."(..) http://jornal.ofluminense.com.br/editorias/cidades/ressaca-continua-na-manha-desta-quarta-feira
Afinal dinheiro público, é dinheiro da população, é não é para ser jogado nem às ondas e muito menos nos bolsos de empreiteiros e seus padrinhos!
Vale observar que os gabiões executados na encosta de subida para o MAC, na continuidade dessa praia, foi parcialmente destruído pela citadas ressacas. 
Resta a pergunta. Qual foi o problema: Má execução por incompetência profissional? Má execução por desvio de verbas? Má escolha de solução? Quem executou as obras?
Observar rachadura no terreno acima da contenção
No trecho seguinte ao MAC, na descida para a Ilha da Boa Viagem, a encosta também está em estado precário e a caixa da rua encontra-se em parte descalçada por baixo, conforme se pode notar andando pela areia da praia.. bem próximo ao trecho em frente à rua Antonio Parreiras...


Será que teremos que esperar até o problema atingir pessoalmente a residência do prefeito para que alguma medida, efetiva e bem executada!, seja tomada?
Difícil confiar...


Moradores do bairro - Ingá - estão preocupados porque as obras que a prefeitura de Niterói vem fazendo parecem estar mais uma vez na contramão do bom senso... 
Este blog recebeu denúncias de moradores que enviaram fotos que indicam pelas linhas vermelhas traçadas na pedra portuguesa onde a prefeitura pretende cortar a calçada... 
Pelo visto, a ideia é recuar a via sobre os edifícios... 
Informalmente, é sabido de um plano da prefeitura em desapropriar parte do prédio da esquina de Pereira Nunes, cortando sua parte anterior, uma vez que este é o único neste trecho de duas quadras da praia das Flechas, que não possui o mesmo recuo em relação à rua como os demais.. Alguém confirma?
Com falta transparência e diálogo com a população, estamos especulando os atos da Emusa (que é habitualmente a encarregada das obras no município), que tudo indica irá inclusive derrubar as árvores da praia. 
Dirão os puristas: "Amendoeiras? Coloquem abaixo!!"
Vale lembrar que as árvores, ainda que 'exóticas' e portanto não nativas, já fazem parte da paisagem, e produzem sombra e amenizam o vento. 
'SE' novas árvores vierem a ser plantadas, teremos ainda um bom tempo até seu crescimento chegar ao mesmo ponto das existentes.
No vídeo abaixo - a partir do minuto 2:36 - o Sr Jefferson França, coordenador da Organização PREAMMAR, fala sobre soluções para Piratininga também atingida pela mesma ressaca de maio. 
E para as praias da baía, foi feito algum estudo?



Marcas vermelhas no piso indicam linha de corte...







Mais uma placa irregular.
Sem responsável técnico, sem valor da obra; data de início e de término!!
Sem estes dados, não há fiscalização possível...
Exceto a que fazemos AQUI!!





Mais sobre o assunto:
http://acordaniteroi.org/7636/terceira-reconstrucao-do-calcadao-congestiona-o-inga/
e
http://acordaniteroi.org/5819/o-abandono-da-praia-da-flechas/
e
http://acordaniteroi.org/6751/dinheiro-no-ralo-quantos-meses-vai-durar-o-novo-calcadao-da-praia-das-flechas/

e
http://acordaniteroi.org/5451/crea-construir-calcadao-sem-antes-diminuir-velocidade-das-ondas-e-burrice-ou-golpe/
e
http://acordaniteroi.org/1627/recuperacao-do-calcadao-emusa-salivando-para-contratar-empreiteiras-amigas/

terça-feira, 1 de novembro de 2011

Cinema Icaraí pede SOCORROOooooo!!!! - Niterói


"Hoje terça-feira (01/11/2011) por volta das 17h eu estava passando de carro em frente ao cinema , quando vi um homem mexendo na tranca do cinema, parei para observar. Vi ele abrir a tranca com a chave e o mesmo começou a chamar os moradores de rua para entrarem no cinema. Comecei a gritar e questionar a invasão, os moradores de rua alegaram que não estavam invadindo nada, o homem, de casaco camuflado, que abriu, com uma chave a porta e permitiu a entrada deles. Os homens quando notaram que eu estava fotografando saíram correndo deixando a porta do cinema aberta. 
A cena também foi testemunhada pelo Paulo Eduardo Gomes."  Oscar Motta

Esse é o legado que a KOPEX e a SOTER querem deixar para Niterói!!!! é um absurdo total!!!!!!!! Só quer o melhor para Niterói, pois sim!!!! (veja vídeo abaixo)


ALÔ ALÔ POLÍCIA! ALÔ ALÔ MINISTÉRIO PÚBLICO! CADÊ A MULTA DIÁRIA DE 15 MIL E A SEGURANÇA 24 HORAS??? ALÔ ALÔ REITOR!!! ALÔ ALÔ UFF!!! CADÊ A ENERGIA??? CADÊ A ORQUESTRA PRA ABRAÇAR O CINEMA QUE PODERÁ SER SUA SEDE???? ALÔ ALÔ PREFEITURA!!! ALÔ ALÔ POLÍTICOS PRECISAMOS DE SOLUÇÃO PARA ISSO!!! SE QUEIMAREM O PRÉDIO, DEPREDAREM MAIS AINDA DO QUE JÁ FIZERAM VCS SÃO OS ÚNICOS CULPADOS!!! ESTAMOS FAZENDO A NOSSA PARTE, FISCALIZANDO E COBRANDO PARA VCS TEREM ARGUMENTO PARA AGIR!!! SE SÓ NÓS ESTAMOS FAZENDO ALGUMA COISA COMO É QUE ISSO FICA???? JUSTIÇA PARA O CINEMA ICARAÍ!!!! ALÔ MINISTÉRIO DA CULTURA! ALÔ MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO!!! GOVERNADOR SÉRGIO CABRAL, PRESIDENTE DILMA, EX-PRESIDENTE LULA!!! SOCORRO!!!!! 
Veja também mais sobre o assunto em:
http://www.desabafosniteroienses.com.br/2011/10/aos-queridos-amigos-do-cinema-icarai.html
e
http://acordaniteroi.org/6622/ministerio-publico-solicita-reforma-do-cinema-icarai/

segunda-feira, 31 de outubro de 2011

Mata derrubada em obra embargada - Resort Oásis em Camboinhas

Eram 8:40 desta manhã:
"Sr Carlos Minc,
Moradores de Camboinhas.
A obra tida como embargada pelo INEA está sendo neste momento decepada.
Vários homens com suas motoserras estão derrubando a mata. Momento muito triste e decepcionante.
As moto=serras estão fazendo um barulho ensurdecedor.
O barulho das madeiras/troncos lascando/tombando é deprimente.
Realmente é muito triste, é uma cena deprimente.
Perdemos para o poder economico."
e
"Resido em frente ao barracão de vendas da empreiteira PDG/CHL em Camboinhas Niterói.
Neste exato momento dezenas de homens estão com suas moto-serras derrubando a mata apesar do embargo realizado em 13 de abril.
A natureza/ecossistema pede socorro.
Ajudem"
E mais tarde:
"A QUEM INTERESSAR POSSA.
Agora é a nossa voz que fica embargada.
O ranger das árvores caindo doi na alma. 
O estalar da madeira foi o choro delas.
Acabou, já era, perdemos...
Os pássaros...
Poder economico acaba de vencer mais uma.
Imágens anexas que falam por sí só.
Lamentavelmente."






ver mais em:
http://www.desabafosniteroienses.com.br/2011/03/mobilizacao-em-camboinhas.html
e
http://www.desabafosniteroienses.com.br/2011/09/gerador-de-energia-oleo-diesel-pega.html


domingo, 30 de outubro de 2011

Mobilizações Populares em Niterói - Novembro 20 e 22

ATENÇÃO PESSOAL OS DOIS EVENTOS SE UNIRAM PELO BEM DA NOSSA CIDADE!
Ato contra a atual administração da Cidade de Niterói !

Mantendo o clima das ultimas manifestações, vamos nos reunir em massa e reivindicar nossos direitos e protestar contra o descaso e a corrupção do atual governo do Prefeito JRS.

JORGE? TÔ FORA!
Domingo, 20 de Novembro das 10:00 - 13:00
Em frente ao MAC - Boa Viagem.
https://www.facebook.com/event.php?eid=299741583385973

E

- CHEGA DE PAPO E VAMOS AO ATO.
(ATO PÚBLICO DE RE-FUNDAÇÃO DE NITERÓI)
Terça, feriado em Niterói, 22 de novembro. Concentração às 17:30 na Praça Araribóia e o ATO PÚBLICO às 18:00h.
https://www.facebook.com/event.php?eid=291688310841679

A primavera nos inspirou! Estamos unidos contra a corrupção!
Organizadores de "grupos apartidários" do Facebook, que reivindicam na rede por uma cidade melhor para todos, estão unidos na organização do 
“ATO PÚBLICO PELA RE-FUNDAÇÃO SIMBÓLICA DE NITERÓI”.
Para isso, estamos organizando em conjunto, um evento apartidário, que tem a proposta simbólica de re-fundar a cidade... cobrando melhorias e transparência dos governantes.

A intenção é manifestar - de forma alegre e descontraída - nossa indignação com a forma caótica como os políticos estão administrando a nossa cidade!

NÃO PODEMOS MAIS PARAR! NINGUÉM IRÁ CALAR A NOSSA VOZ!

Chega de arbítrio! Chega de Feudos! Chega de corrupção!

Ato Público contra a farra das construtoras na Praia de Icaraí



O CCOB - Conselho Comunitário da Orla da Baia de Niterói realizou hoje na Praia de Icaraí Ato Público exigindo a paralisação dos licenciamentos de obras em Niterói. Foram recolhidas assinaturas no calçadão. 
A população interessada poderá assinar a petição virtualmente pelo endereço:
http://www.peticaopublica.com.br/PeticaoVer.aspx?pi=P2011N15865
"Nós abaixo assinado, solicitamos ao Ministério Público Estadual que instaure um Inquérito Civil e impetre uma ACP contra o Município de Niterói, para a suspensão imediata de novos licenciamentos para construção de prédios multifamiliares revendo os Planos Urbanísticos Regionais (PUR’s), a apresentação dos Estudos de Impacto Ambiental (EIA) e de Vizinhança (EIV), com as devidas Audiências Públicas, que vem causando um grande adensamento desordenado e o caos no trânsito na cidade provocando danos ambientais e comprometendo a qualidade de vida da população." 
Na foto acima, o presidente do CCOB, José Azevedo ao centro. Também estavam presentes ao Ato Miriam Cohen Nissan do Movimento SOS São Francisco!! e Oscar Motta do Movimento Cinema Icaraí Já!!

Algumas personalidades niteroienses ligadas ao atual governo também passaram pela mobilização e assinaram a petição!..
 
Carlos Valdetaro do CCOB
Vereador Renatinho

Estão programados Atos Públicos com o mesmo objetivo para a próxima sexta-feira dia 7, em frente à CEF- Caixa Econômica Federal à Av. Rui Barbosa em São Francisco (hora a confirmar) e novamente na Praia de Icaraí no próximo domingo à mesma hora, 10.