terça-feira, 26 de julho de 2011

Um ano, um mês e 10 dias na Fazendinha, Sapê, Niterói

Quatrocentos e cinco dias depois da publicação dos Decretos de Desapropriação de área na Fazendinha no Sapê, no Diário Oficial do Município..


A reunião de 20 de junho foi realizada no hall da Câmara Municipal de Niterói conforme fotos e relatos no links abaixo.
e
Nesta reunião o histórico abaixo seria apresentado à população convidada à audiência pública para que tomasse ciência do que vinha acontecendo na comunidade.
Mas fecharam a Câmara e esse material não foi exibido.
Agora, um ano e tanto depois, o secretário de Habitação diz que o polígono está errado. 
Que há um novo polígono que deverá ser mostrado em 29 de agosto próximo quando haverá audiência pública para que a Prefeitura exiba seu projeto para a área.
Resta a pergunta. E este ano de terror e pressão que viveu - e vive! - esta comunidade, como é que fica?
Que irresponsabilidade é esta de todos estes senhores, presidente da EMUSA, José Roberto Mocarzel, Marcos Linhares secretário de Habitação e vereador Carlos Macedo que além dos decretos de 16 de junho de 2010, ratificaram toda a desapropriação com o projeto Bairro Modelo que diziam ser maravilhoso em reunião em novembro de 2010 na Escola Levi Carneiro, no Sapê?
Estes senhores tem ideia do que sofreu - e sofre - esta comunidade com este 'engano' ?! 
Quem paga por isso?
Estes senhores não são 'qualquer um' dando informações vagas, aleatórias.. são autoridades em Niterói, secretários, vereador.












Relato da Associação de Moradores em 11fev2011
















A área delimitada em amarelo corresponde aproximadamente  as 6 áreas desapropriadas de 1600mil metros quadrados









segunda-feira, 25 de julho de 2011

Comunidade da Fazendinha - Sapê, Niterói

Este vídeo feito na comunidade da Fazendinha e exibido em 20 de junho de 2011 na reunião pública da Fazendinha que aconteceu no hall da Câmara Municipal porque, embora o Plenário estive reservado há meses para esta audiência reivindicada pela comunidade, a mesma foi impedida de ocupá-lo.
E dizem que a Câmara é a casa do povo.


Vídeo realizado por Laura Zandonadi

domingo, 24 de julho de 2011

Tudo parece 'normal'.. e o pior é que não é privilégio de Niterói..

Diante de tanta falação vã das chamadas autoridades niteroienses, visando ludibriar o passado com olhos nas futuras eleições; 
diante de tanta maquiagem; 
diante de tanta falcatrua envolvendo tantos setores e escalões; 
diante de tanta impunidade.. 
às vezes parece besteira mostrar pequenas situações tão corriqueiras...
Mas as pequenas impunidades alimentam o circulo vicioso onde também estão as grandes, e não creio que importe quem 'ganha', se o ovo ou a galinha... 
Enquanto enquanto tiver 'olhos' para ver - porque muita gente se acostumou com tudo e qualquer coisa e não mais vê nada, não importa o tamanho ou a gravidade das falcatruas, vou continuar me indignando e mostrando..


Algumas imagens falam muito mais...


A esquina da Mem de Sá com Pereira da Silva.. fizeram um grande remendo de asfalto que 'afundou' as tampas das caixas.. hoje a concessionária bombeava água para fora..
 
 

Mais adiante na Mem de Sá...

E a 'casa da mãe Joana': o Campo de São Bento!!.. 
Em pleno domingo, o movimento local só não maior devido ao tempo isntável, a corrente limita a passagem do seu legítimo dono, a população, enquanto que para 'alguns' a mesma corrente é liberada e o estacionamento privado se faz em área pública.
O que mais me incomoda é que para a grande maioria das pessoas isso parece 'normal'...
Assim se elegem os torpes, os ignóbeis, os infames, os descarados, os ladrões.. tudo é 'normal'!