quarta-feira, 19 de agosto de 2009

Edson comenta:

Um prefeito comprometido com a indústria da construção civil só poderia fazer coisas dessa natureza. No passado recente já tentou fazer o mesmo no Campo de Sâo Bento e nesta praça e não conseguiu. Logo após sua saída da Prefeitura declarou que se arrependeu de não ter feito, pois acreditava no seu projeto de instalar garagens subterrâneas em ambos os lugares citados, já que para "ele" teria sido de grande valia para a cidade-Icaraí. Pois bem, agora aqui estamos em mais uma encruzilhada, elegemos isso que chamamos de desenvolvimento.

E agora, se paramos para pensar o até então candidato, veio a público discutir seu plano de governo, suas idéias e intenções, foi sabatinado pelos debates, creio que não. Então nos equivocamos mais uma vez e espero que em nome de uma cidade equilibrada continuemos na luta por uma cidade mais digna, mais consciente de seu papel ambiental e mais cidadã fazendo valer os nossos direitos de contribuinte.


Edson Silva
edsonps13@gmail.com

segunda-feira, 17 de agosto de 2009

Qual foi desta vez?

Qual foi desta vez? Eu não tenho preconceito contra o exótico: convivo com o oriental, africano, por que não as árvores??? Quanto tempo ficaremos sem sombras aguardando que a floresta tropical cresça? Ah dá um tempo, né não?!

Da parte de um vereador ou seu staff- não faço campanha dele nem nenhum outro:

Quanto valem as nossas árvores?


"Contra o crime ambiental realizado pela Prefeitura de Niterói na Praça Getúlio Vargas

A Praça Getúlio Vargas, em Icaraí, é logradouro público de grande tradição para os moradores do local, e também para os de outros bairros, além de fazer parte de uma das áreas mais bonitas de Niterói. A Praça é freqüentada diariamente por pessoas em vários horários e por diversos motivos (lazer, descanso, etc). Com suas Amendoeiras e Bouganvilles, era um recanto de garantia um mínimo de preservação ecológica. Entretanto, a Prefeitura realizou uma “reforma” que na prática tornou-se um dos mais novos crimes ambientais em nossa cidade. Os lindos Bounganvilles foram suprimidos, inúmeras árvores frondosas foram arrancadas, e Amendoeiras derrubadas. Sem nenhuma explicação, sem nenhum diálogo com a população. Em São Francisco, os cidadãos não permitiram a derrubada das amendoeiras, mas no dia seguinte a Prefeitura arrancou as árvores, realizando um golpe contra a natureza. A vontade popular foi desrespeitada. Somos a favor da sobra natural e prazerosa das árvores, e não meramente de lonas ou toldos plásticos e artificiais.

Também na última semana, uma senhora chegou a chorar relatando ao Vereador Renatinho (PSOL), na esquina na qual atende a população, a destruição de várias amendoeiras que ela tinha plantado há mais de 20 anos atrás, para as crianças. As árvores, além de preservar a natureza, garantem uma sombra gostosa que protege do sol escaldante, e mantém as crianças, jovens e idosas em um ambiente fraterno, que possibilita uma maior consciência ecológica. Infelizmente, a Prefeitura surpreendeu os cidadãos Niteroienses, realizando este grande ataque. O que está por trás da retirada dessas árvores? Esperamos que não seja a
“viabilização”, no futuro, da famigerada proposta da construção de uma “garagem subterrânea” na Praça ou no seu entorno. Somos a favor do transporte de massa, e não de uma nova garagem que só induz a população a utilizar mais carros, piorando o trânsito e poluindo o ambiente. Não nos furtaremos, mais uma vez, a defender a população e a cidade de Niterói."