sexta-feira, 14 de setembro de 2012

Campo de Batalha ou Debate Prefeitáveis?!

O debate de prefeitáveis promovido pelo CCRON foi marcado por hordas de 'militantes' apoiando o candidato Rodrigo Neves. Mais parecia torcida organizada das mais mal educadas. Intercalavam palmas com vaias. 
Enquanto chefes de torcida incitavam a atitude da militância de forma constrangedora, impedindo os demais candidatos de falarem, o patrão nada fazia, assistindo absorto. 
- Já notaram como a fisionomia de Rodrigo parece que ele não está ali?! Sorri entre extasiado e bobo olhando meio longe como se não estivesse presente - Estranho.
Será que Niterói Não vai ter prefeito de novo?!
O candidato Zveiter - tal como no debate de terça dia11 do Fé&Cidadania no Santuário - não estava presente. Será que vale a pergunta se ainda é candidato?..

Se quiser pode baixar este arquivo com o áudio completo do debate do CCRON em MP3





O cinismo do candidato Neves foi a tônica.

Rodrigo: "Nós vamos fazer aquilo que uma prefeitura séria faz, vamos retomar a autoridade da prefeitura, do poder público, sobre o planejamento urbano da cidade. Não é possível que o mercado imobiliário determine os parâmetros de uso e ocupação do solo.. Nós temos uma trajetória de compromisso com essa visão..."
Vale refrescar a memória dos leitores que Rodrigo Neves assim como Felipe Peixoto votaram em 2002 pela APROVAÇÃO desses mesmos Planos Urbanísticos a que se refere. Sendo que no da Região Oceânica em particular, votou dentro de um espaço público, em uma Audiência Pública que fui autoritariamente fechada à entrada da população. Ver atas no fim desta matéria.












Atas das sessões dos dias 2 e 3 de abril de 2002 quando aprovaram os PUR das Praias da Baí e da Região Oceânica, respectivamente. Esta segunda sessão a portas fechadas.





Um comentário:

  1. Só quem gosta de ser iludido, manipulado e dominado, não percebe o trabalho mal feito do PT. Enquanto o eleitor encarar partido político como time de futebol o país (minúsculo mesmo!) não saíra deste atraso. O PROBLEMA NÃO ESTÁ NA DIFICULDADE DE LEGISLAR. Discussões, projetos, planos para equacioná-lo existem. O mal está na MÁ VONTADE DE EXECUTAR... depois de eleito não sabe se explicar do porque daquela promessa NÃO CONCRETIZADA.

    PC

    ResponderExcluir

Lembre de assinar! Só comentários COM NOME serão postados.
Obrigado por participar!