segunda-feira, 7 de maio de 2012

A Falácia do Mergulhão

Obra contratada por 16 milhões. Encontrado um rio. Não, é uma pedra. Não foram feitas todas as sondagens necessárias. Obras paralisadas. Retomam a obra. Fica pronta em julho. Só fica pronta no fim do ano. 



A quantidade de notícias sobre a obra do mergulhão é grande, mas ninguém de fato ouviu nenhuma explicação, ninguém viu nenhum projeto!


De acordo com o link - http://www.nittrans.niteroi.rj.gov.br/informe/outubro/01301009.htm - o projeto foi apresentado em outubro de 2009. Mas conforme já afirmou em diversas oportunidades o presidente da NitTrans, o projeto vem sofrendo modificações ao longo dos anos de sua... 'não implantação'!!... 
Afinal quase 3 anos inteiros se passaram e pouco se vê na cidade de aplicação do projeto proposto. 
Por quê?..
Em 2008, em campanha para a  prefeitura de Niterói, Jorge Roberto prometia resolver os problemas de trânsito, já graves àquela época, com a contratação do escritório do arquiteto e urbanista curitibano Jaime Lerner, que seria 'mesmo sem licitação', se exibia! Exibia e prometia como quem não quer nem saber: vou é resolver, custe o que custar, era o tom. 
O que a população não sabia era da existência desde a administração de João Sampaio (1993-1996) de estudos e projetos voltados ao planejamento do trânsito na cidade. O PITT, e posteriormente, com Godofredo (2003/4 e 2005-2008), o PDTT, já traçavam sobre a geografia da cidade um sistema de rede semelhante ao que Jaime Lerner viria a propor em 2009, e a NitTrans alterar e alterar.... A população refém porque nunca se viu nada. Nada é discutido com a população.
A primeira pulga na orelha é: pagou-se novamente, a mais um técnico, para se refazer algo que, de alguma maneira, já tinha sido feito e até então não realizado?!.. afinal, a NitTrans continua alterando o projeto do 'mestre' Lerner...
Nada mais que mais um acesso megalomaníaco do prefeito que só faz projetos com notórias personalidades, como Lerner e Niemeyer.. como se tivesse dinheiro ‘sobrando’... 
E vale lembrar que o crescimento assustador de problemas relacionados ao trânsito na cidade, tem sua origem em 2002 quando a prefeitura de Jorge e seus asseclas, facilitaram a vida daqueles que dali em diante vieram a especular sobre os terrenos da cidade. E o prefeito nem teve a preocupação de disfarçar e fazer algumas obrinhas de infra-estrutura para acompanhar o crescimento caótico e perverso.. Essa maracutaia foi aprovada em 'audiência pública', nem tão pública assim, uma vez que as portas da Câmara foram fechadas à população... http://www.desabafosniteroienses.com.br/2011/08/refrescando-memoria-do-niteroiense.html
Mas o que temos assistido na realidade não passam de medidas paliativas, trocas de sentido das mãos de ruas, consertos mal feitos, recapeamentos à 'meia boca'... Tudo dentro da pior qualidade possível, profissionalismo nenhum. Para citar um exemplo, com a recente mudança da mão da Av. Estácio de Sá, programada e anunciada para fevereiro, e que só veio a ocorrer em fins de abril, mas que apesar do atraso, no 'dia D' da mudança, semáforos ainda não estavam preparados, confirmando a total inépcia desta prefeitura e suas secretarias.

Mas e o Mergulhão? 
Ninguém sabe, ninguém viu. O vereador Renatinho encaminhou em 29 de março último, solicitação ao Poder Executivo, para que forneça informações detalhadas a respeito da obra. Mas até agora, mais de um mês depois e nenhuma resposta. http://mandatorenatinhopsol.blogspot.com.br/2012/03/renatinho-atraves-de-requerimento-pede.html


No site da NitTRans - http://www.nittrans.niteroi.rj.gov.br/acessibilidade/acessibilidade.htm, há disponível para download o documento " Sistema Integrado de Transporte da cidade de Niterói" que, sem data!, dificulta a avaliação de sua procedência como validade. 
Em outros sites pode-se ver alguns desenhos igualmente esquemáticos, mas não há como saber qual é o mais atual, e se algum se refere à obra em andamento. Se é que há um projeto...
http://www.skyscrapercity.com/showthread.php?t=1214709
http://www.slideshare.net/felipepeixotobr/niteri-melhorias-para-o-sistema-virio-trnsito-e-transporte-pblico


E assim temos algumas imagens que podemos analisar.. ainda que correndo o risco de fazer uma avaliação desatualizada, pois conforme a imagem abaixo, a avenida Estácio de Sá, que teve o seu trânsito remanejado recentemente, já não está de acordo com as indicações feitas no citado projetado, como pode-se observar.
Isso demonstra mais uma vez a falta total de transparência da prefeitura de Niterói. 
Mas vamos considerar as imagens oferecidas para a Estação Integração Antonio Pedro.
Tentando adivinhar do que se trata, acrescentamos em vermelho ao desenho acima, as supostas ruas desenhadas no esquema e sem esclarecimentos...:
Da mesma forma outro desenho, ainda mais esquemático, parece repetir o mesmo que acima. Vale salientar que os nomes das ruas e indicações de entrada e saída do mergulhão, assim como de pistas laterais e calçadas foram estimadas por este blog.
Perspectiva do Mergulhão visto do HUAP...

Ou seja, o Mergulhão se limita ao trecho da Avenida Amaral Peixoto à Rua Dr. Djalma Dutra, o resto são acessos de descida e subida..
O projeto do Mergulhão não tem como meta facilitar trânsito nenhum. Visa apenas criar na superfície da rua, uma estação de integração de ônibus do centro com as zonas Norte e Sul da cidade. Não há aumento de caixa de rua, nem mais pistas, nada, apenas se evita o cruzamento com a avenida Amaral Peixoto. Mas o encontro com o fluxo da rua Dr. Celestino continua.

Observem o alinhamento do estaqueamento e o prédio da esquina da rua Dr. Celestino em fotos da obra em fevereiro 2012. 

Protegido: A Falácia do Mergulhão

Em agosto de 2011 algumas fotos mostram placa publicitária no canteiro de obras do Mergulhão, pois apesar de exigência do sistema CREA-CONFEA, não existia na mesma o valor da obra, data de início e término e muito menos responsável técnico.

Canteiro de obras em agosto de 2011
'Vista aérea' do Mergulhão fev 2012
As obras preparatórias para a execução deste primeiro trecho do Mergulhão de 273m começaram em 01 de junho de 2011 (fonte: http://www.niteroi.rj.gov.br/index.php?option=com_content&view=article&id=934:mergulhao-previsto-no-plano-lerner-comeca-a-ser-construido-em-niteroi-) e se arrastam até hoje sem transparência, tanto no que se refere tanto a sua função, como no conhecimento do próprio projeto de engenharia.
Conforme visto na imagem abaixo, como o mergulhão não evita o cruzamento da Rua Dr. Celestino, teremos em sua saída o acúmulo do fluxo proveniente dessa rua com o mergulhão, além da necessária entrada ao comércio ao longo da rua Marquês do Paraná, neste trecho até a confluência coma  rua Miguel de Frias e respectiva calçada...

O projeto de alinhamento – PA – da Rua Marquês do Paraná foi previsto para avançar sobre seu lado par, e pode ser observado através do alinhamento de construções como o prédio de tijolinhos inaugurado em 1968, que junto com alguns imóveis mais adiante, como lojas de produtos automotivos e hortifruti, exemplificam a previsão de alargamento daquela rua há 44 anos atrás….
O edifício de tijolinhos da Marquês do Paraná já implantado sobre o 'novo' alinhamento desde 1968
O edifício de tijolinhos da Marquês do Paraná já implantado sobre o 'novo' alinhamento desde 1968.. e a 'ponta' do terreno do Clube Rio Cricket... vão recuar?!
Casas antigas no velho alinhamento 
Comércio no 'novo alinhamento'.. e adiante os prédios da esquina com rua Dr. Celestino
Vistos pela pista em direção à ponte, os três prédios, fora do 'novo' alinhamento... 
Marquise dos prédios a serem desapropriados.. ou não?!
Corte transversal esquemático do projeto mergulhão obtida no site da SSPTT com indicação das desapropriações NECESSÁRIAS..
O alinhamento do mergulhão e sua relação com o prédio da esquina da Rua Dr. Celestino
Para a implantação desse terminal, e funcionamento adequado (sic!) desse mergulhão, de acordo com avaliação sobre desenhos esquemáticos, faz-se necessário que o processo de desapropriação dos 3 prédios já estivesse em andamento. Em visita ao local e conversa com moradores e comerciantes, ninguém sabe, ninguém viu. Considerando-se que desapropriações são processos morosos, fica a dúvida se há de fato alguma intenção em concluir esta obra neste governo. 
Obras de desmonte e escavação são obras de difícil mensuração, de difícil controle orçamentário, e assim de fácil manipulação dos números relativos à retirada de volume de terra, movimentação de caminhões, remoção de fios, cabos, etc etc.. Se se somar a isso a falta de transparência corrente nesta 'anti-administração' que vivemos há quase 4 anos...
Apenas em março foi colocada placa na obra referente à cravação de estacas. Agora sim com responsável técnico e prazo de execução de 90 dias. Mas sem data de início da mesma. Não há como acompanhar e fiscalizar o que está sendo feito com SEU dinheiro.
em março 2012: Placa da obra do mergulhão sem data de início para referenciar o prazo de 90 dias!

Enquanto isso a população mais uma vez segue enganada achando que a obra está sendo feita com o rigor necessário e que é para melhorar o trânsito na cidade. E que será entregue em breve!..
Prefeitura de Niterói diz que rio que corre embaixo de avenida não causa transtorno à obra de mergulhão:  
"(..) a Empresa municipal de Moradia Urbanização e Saneamento (Emusa) já sabia da existência deste rio e todo o projeto foi feito considerando este fato (grifo nosso!). Segundo a prefeitura, o único imprevisto encontrado até agora foi a existência de uma rocha no local. A Emusa já havia feito uma sondagem na área, mas a pedra não havia sido detectada. Por conta disso, o projeto sofrerá alterações.
Difícil entender por que o projeto será alterado por causa de uma pedra... enfim, tratando-se de Emusa e prefeitura de Niterói, espera-se tudo e  qualquer coisa!
A propósito, o Ministério Público do Estado não havia pedido a exoneração da empresa?! Como continua 'seus serviços', como se nada tivesse acontecido?!
Para se pensar:
Será que a NitTrans resolveu fazer uma curva para evitar as desapropriações, manter as pistas como são, e não fazer nenhum acréscimo na quantidade de pistas? Se o alinhamento das estacas é o mesmo dos prédios, como vai se sair da rua Dr. Celestino e entrar no comércio adiante sem as desapropriações?
Se o projeto não prevê evitar o cruzamento da Dr. Celestino, pra quê fazer tamanha obra, só para evitar o da Amaral Peixoto? E a estação, 
vão construir mesmo, depois dessa inana toda?
Para responder a tais perguntas podemos por exemplo, solicitar uma audiência pública, afinal é dinheiro público, 16milhões!!, é NOSSO dinheiro!, que está sendo empregado ali.. http://oglobo.globo.com/niteroi/obras-civis-do-mergulhao-sao-contratadas-por-16-milhoes-4800061
Quantas vezes você já gastou SEU dinheiro em alguma obra,em sua casa ou empresa, que não soubesse para quê ou do que se tratava?!
Resta saber se a outra obra anunciada da construção de outro mergulhão sob a praça Renascença, na saída da Ponte, também será executada assim com esses mesmos critérios de TRANSPARÊNCIA...
(fonte:http://odia.ig.com.br/portal/rio/nova-ponte-rio-niter%C3%B3i-ter%C3%A1-viaduto-e-mergulh%C3%A3o-1.83822)

11 comentários:

  1. Eu recebi esse PPS (fazem uns 3 anos) mostrando um projeto de tunel sob a baia da Guanabara e expansão viária até São Gonçalo.

    Alguém sabe se há alguma coisa de verdade nisso ?

    Eis o LINK para baixar:

    http://dl.dropbox.com/u/25605901/MetRioNiteroi_8dez09.pps

    .

    ResponderExcluir
  2. Sabedores que esse projeto é inviável só serviu de "fach@ad@" para as m@r@kutaias.

    ResponderExcluir
  3. O gato subiu no telhado... Enfim Marcolini fala na desapropriação!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
    "O mergulhão da Avenida Marquês do Paraná começa a ser escavado ainda este mês. Contudo, o presidente da NitTrans admite que não será possível a conclusão das obras do entorno do mergulhão nesta gestão. O principal entrave é o alargamento da Marquês do Paraná no trecho entre a as ruas Doutor Celestino e Miguel de Frias. O processo de desapropriação de imóveis está em andamento, mas a solução não será para este ano. A previsão é que a área ganhe uma ciclovia arborizada e lojas comerciais." http://oglobo.globo.com/niteroi/mudancas-propostas-por-lerner-chegam-no-coracao-do-centro-4877774

    Óbvio que é um entrave!!!!!!!!!!!!!!! Por que não começaram por aí, suas antas, sabendo das dificuldades implícitas num projeto de desapropriação de três prédios?!?! Em fevereiro visitamos as obras e falamos com moradores dos prédios e comerciantes e ninguém AINDA tinha ouvido nada oficial relativo às desapropriações... Que palhaçada!!! O presidente da NitTrans fala 'entrave' como se os prédios tivessem SURGIDO agora, DO NADA!!..um imprevisto com o qual não contavam!!!
    Esse governo nos chama de idiotas a cada dia... e nós, o que fazemos?!

    ResponderExcluir
  4. Nao seria o caso de fazermos uma manifestação pública em frente a Câmara para que o Sr. Prefeito acabe com obra faraônica, o barulho ensudecedor e devolva a rua e paradas de ônibus para a população????

    ResponderExcluir
  5. Passo todos os dias pela obra fantasiosa do Mergulhão. Parabéns por expor a incompetência total desta administração, incapaz de realizar qualquer obra na cidade. A solução é cobrar e votar com consciência em outubro!

    Gustavo Rezende

    ResponderExcluir
  6. Muito boa essa visão crítica e informativa dessa obra que ninguém fala nada...

    ResponderExcluir
  7. Quanto sensacionalismo! O Mergulhão nunca foi inviável, e a obra nunca parou. Tudo boato. Obra importantíssima para toda população niteroiense. Faz parte do Projeto Lerner. A mudança do esquema da Roberto Silveira melhorou muito o transito de manhã. E em dezembro, quando inaugurarem o Mergulhão vai melhorar mais ainda. As vezes penso que tem gente que torce contra a cidade.

    ResponderExcluir
  8. A obra pode até ser importante... Mas a maneira como esta gestão a trata, isto sim, é o problema. É inegável a irresponsabilidade com o projeto e sua execução. Fechar os olhos para isto, só tem 2 motivos: conivência com a administração ou total ignorância acerca dos problemas gerados em função desta obra.
    Luiz

    ResponderExcluir
  9. Diante das "reportagens" publicadas nos últimos dias, refleti bastante sobre ética, quer na engenharia, quer na imprensa e principalmente na política! As pessoas deveriam criticar ou comentar, principalmente os profissionais, sobre os assuntos que tem conhecimento e se não o tem, que procurem se informar a partir de fontes sérias, competentes tecnicamente e sobretudo neutras.Isso tudo além de ferir a ética, revolta os profissionais sérios, que primam pelo emprego da boa técnica, qualidade e segurança nas obras que realizam ao longo de sua carreira profissional. Rio subterrâneo ??? Só em relevo cárstico com predominância de rocha calcárea(procurem no Google) o que NÃO SE APLICA a Niterói, temos um lençol freático sim ,a baixa profundidade pois é óbvio, estamos ao nível do mar e isso não é empecilho para a engenharia, é só aplicar a metodologia executiva condizente. Rochaaaaaaa!!!!Quanto medo da rocha! A engenharia resolve, existem N formas de transpor uma rocha ou a surgência pontual dela, métodos de desmonte a frio e a quente, a depender da necessidade e do local! Afirmo, que a obra prossegue com qualidade e segurança e melhor, para frustração daqueles desinformados, com projeto e metodologia executiva que preconizam a segurança dentro e fora do canteiro e em total acordo com as normas brasileiras(ABNT) vigentes, afinal quem é louco de executar uma obra dessas sem um projeto executivo? Só na cabeça de pessoas sem visão,tendenciosas e sem ética profissional. Bom final de semana, pensem bem no seu VOTO !

    ResponderExcluir
  10. eu tenho pensado muito no mue voto quando vejo que niteroi elege uma vereadora fanqueira que nasceu em nova Iguaçu e mora na barra da tijuca fico realmente desestimulado.
    quanto ao mergulhão precisamos fazer uma mega manisfestação e mostrar para esses imcompetentes quem tem a força.
    e pelo amor de Deus escoçlher o melhor do pior no segundo turno.
    jose carlos

    ResponderExcluir
  11. ainda ha uma chance no 2 turno vamos escolher o melhor dos peiores. e depois uma grande manisfestação para que se pronociem acerca do merguhão.
    jose carlso

    ResponderExcluir

Lembre de assinar! Só comentários COM NOME serão postados.
Obrigado por participar!