domingo, 26 de fevereiro de 2012

Qual o problema do CREA-RJ?!

O CREA exige que toda obra tenha placa. (ver artigo publicado pela revista do CREA mais abaixo)
"Enquanto durar uma obra, uma instalação ou qualquer serviço ligado à área tecnológica, a lei obriga a colocação de uma placa que  identifique o nome do autor do projeto (e eventuais co-autores), assim como os responsáveis técnicos pela execução dos trabalhos, com o número de registro no Conselho devidamente incluído."
Seja de construção ou de demolição. 
Com tanta construção pela cidade, e como a cidade 'já existe', para que novas construções sejam feitas, na imensa maioria das vezes, é preciso que algo seja demolido para dar espaço à especulação imobiliária - esta favorecida pelo governo em 2002, veja lista dos clones abaixo:
do Executivo:
-Prefeito Roberto Silveira.
-Equipe do Grupo e Política Urbana: Adyr Motta Filho, Sônia Mendes, Sérgio Marcolini, Fernando Guida e Mauro Simões
Vereadores na época:
Rodrigo Neves (PT) * Carlos Macedo (PTB) * Celeste (PT do B) * Marival (PPS) * Fernando Oliveira Rodrigues (PMDB) * Folly (PSB) * Felipe Peixoto (PDT ) * Francisco (PMDB) * Alzimé (PPS) * ZAF (PMDB) * José Vicente (PPS) * Travassos (PDT) * Cal (PC do B) * Paulo Henrique (PMDB) * Baqueira
(PDT) * Comte Bittencourt (PPS)-presidente da Câmara * Renê Barreto (PRONA) * Ricardo Neves (PMDB).



Mas o que mais se vê na cidade são obras de demolição sem as placas obrigatórias. Por quê?! Por que o CREA faz propaganda do uso de placas e de fato as obriga mas em Niterói isso não funciona?!
Nas placas de obras públicas espalhadas pela cidade, depois de muita reclamação e denúncia, algumas placas aparecem com a EMUSA - o MP-RJ não tinha pedido sua extinção?! - e uma pessoa física como responsável. Só que como obra PÚBLICA 'esqueceram' de fornecer as informações sobre VALOR da obra e data de início e término da mesma...
Leia também: http://oglobo.globo.com/niteroi/defesa-civil-interdita-demolicao-de-predios-na-rua-presidente-backer-4061783
Rua Presidente Backer 81 a 85, Icaraí
A placa existente é apenas uma propaganda, ou é a placa exigida pelo CREA?! Não existe uma licença para demolição?!
Rua Cinco de Julho, entre Rua Lemos Cunha e Estácio de Sá, Icaraí, lado par, à direita na mão. 
Observem pelas cercas diferentes, que são dois terrenos, enormes.
http://www.desabafosniteroienses.com.br/2012/02/mais-demolicoes-sem-placas.html





Matéria publicada na revista do CREA... 
http://app.crea-rj.org.br/portalcreav2midia/documentos/revista56.pdf
"PLACAS DO CREA: 
uma divulgação legal
Você já deve ter reparado 
em placas na fachada de 
um prédio em construção ou 
em uma das várias obras de 
recuperação que existem na 
cidade. As placas de indicação 
de responsabilidade técnica ou 
as ‘‘placas do Crea’’, como são 
conhecidas, servem para dar 
maior transparência à condução 
do empreendimento. O que 
nem todo mundo sabe é que a 
placa é uma obrigação legal.
Enquanto durar uma obra, uma 
instalação ou qualquer serviço 
ligado à área  tecnológica, a lei 
obriga a colocação de uma placa 
que identifique o nome do autor do 
projeto (e eventuais co-autores), 
assim como os responsáveis técnicos 
pela execução dos trabalhos, com 
o número de registro no Conselho d
evidamente incluído.
PRIORIDADE É ORIENTAR
Até há pouco tempo, a obra 
que não apresentasse a placa 
era autuada por infração ao
 

artigo 16 da lei 5194/66, que 
regulamenta o exercício das 
profissões vinculadas ao Crea.
Mas uma resolução do Conselho 
Federal, em dezembro de 2004, 
passou a tratar essa e outras 
infrações de forma diferente. 
A idéia de notificação passou a 
valorizar mais a orientação do 
que a punição dos profissionais 
e empresas irregulares. Desde 
então, a incidência de obras sem 
identificação do responsável 
técnico diminuiu muito. O 
engenheiro eletricista Samuel 
Lischinsky, da Coordenação de 
Fiscalização do Crea-RJ, acredita 
que essa mudança é o resultado 
não só de um trabalho educativo 
feito pelos agentes de fiscalização, 
como também da aproximação do 
Crea-RJ com os profissionais do 
Sistema. “Profissionais e pessoas 
jurídicas se aproximaram do 
Conselho nesses anos, não sendo 
mais apenas objeto da fiscalização, 
mas trazendo também suas demandas.
Aumentou muito o nível 
de consciência”, acredita.
PLACA É PROPAGANDA
O que alguns profissionais e 
empresas já perceberam é que a 
colocação da placa, mais do que 
o mero cumprimento da lei, 
pode ser uma propaganda de seu 
trabalho. O responsável técnico 
e a empresa que o contrata, uma 
vez regularizados com o Crea-
RJ, têm seu trabalho conhecido 
publicamente através da placa 
do Crea, que reforça seus nomes 
no mercado. Quem ganha é a 
sociedade, que tem maior controle 
sobre as obras, e os profissionais e 
empresas, que têm seu trabalho 
reconhecido e valorizado. (J.B)"




Um comentário:

  1. Não será supressa num futuro prédios virem abaixo com inúmeras mortes. Fica a pergunta: quem serão os responsáveis?

    ResponderExcluir

Lembre de assinar! Só comentários COM NOME serão postados.
Obrigado por participar!