sábado, 3 de setembro de 2011

Dois pesos, duas medidas.. - Vídeo Bairro Modelo na Fazendinha, Niterói

Interessante vídeo sobre apresentação do projeto Bairro Modelo no Sapê que aconteceu na segunda dia 29/08 na Câmara de Niterói.
acessem o link para visualizar o vídeo:
http://www.tvoflu.com.br/TvOFlu/Videos/Cidades/2011/8/bairro-modelo-e-apresentado-862.aspx

Começamos perguntando:
1.O secretário de Habitação, Marcos Linhares faz uso de sofisma quando afirma que : "Dizer que estamos tirando as pessoas da Fazendinha, isso não é verdade"..."as pessoas podem permanecer na Fazendinha, não naquelas casas de hoje que ocupam 2 mil, 3 mil metros quadrados, mas sim em apartamentos..". "Temos que ter um posicionamento de governo para enfrentar esta situação..."
Sem dúvida Sr Marcos Linhares, os niteroienses vem aguardando um posicionamento de governo há MUITO TEMPO...e sem dúvida 1500 famílias é um número menor que as 7000 unidades.
Mas... são dois pesos e medida diferentes:
Cadê o senhor Mocarzel que esteve à frente dessa discussão toda, será que é porque também possui, como todo niteroiense sabe, um sítio em Várzea das Moças?! Que área tem o sítio de Mocarzel? Por que não pegam a área do senhor presidente da EMUSA e não desapropriam e colocam suas coisas todas dentro de um apartamento de 45 metros quadrados?! Afinal ele já tem uma residencia no condomínio Vale de Itaipu, outra na ilha da Jipóia.. isso não é segredo, está na mídia, por que não constroem no sitio de Mocarzel? Ele é minoria também quando comparado com 7000 familias que não tem lugar NENHUM para morar... 
2.Esta prefeitura diz que pretende construir um Projeto Social, que fala de boca cheia, no entanto os desabrigados não recebem aluguel social da prefeitura, desde abril de 2010, ou seja fará semana de vem 1 ano e 5 meses.. Qualquer aluguel que os desabrigados vem recebendo é do estado.
Que preocupação social é essa?! Que preocupação social é esta que não considera o modo de vida de uma população existente, também de 0 a 3 salários mínimos?! Isso é o que considera preservação da área ambiental?! Ambiente o senhor considera apenas como árvores?!

3. O projeto pretende a construção de várias benfeitorias, diz a repórter da assessoria de imprensa da prefeitura, quero dizer d'O Fluminense, "colocando comércio, lazer, escola, saúde, creches, quadras..enfim, estamos colocando tudo que um bairro tem que ter, que uma cidade tem que ter..." são palavras do secretário de Habitação...
Convoco os leitores e moradores dessa cidade a dizer: seus bairros tem esses equipamentos todos, e em funcionamento, que segundo o senhor Marcos Linhares, "todo bairro tem que ter, toda cidade tem que ter'?!
Na  audiência ouvi inclusive citarem que o Bairro Modelo contará com drenagem e pavimentação... Será que a cidade conta com drenagem e habitação?
Se uma cidade abandonada pelo poder público - em termos de serviços!, porque em termos de ganancia, corrupção e especulação, ela não é abandonada! - como Niterói e seus bairros, que possui um dos maiores IDH do País, maior poder aquisitivo etc etc, e seus bairros não contam com serviços como saúde, que está totalmente sucateada, escolas, creches, quadras, lazer, idem, idem idem..por que devemos acreditar nas intenções ditas sobre este projeto que pretende começar suas obras em início 2012, ano das eleições..?! Este governo vai fazer de fato alguma coisa, para uma população que está abandonada há um ano e 5 meses?!

Esse projeto é exclusivamente eleitoreiro. Este projeto é ruim, tecnicamente falando.
Este projeto segue as errôneas linhas preconizadas na década de 60, época de Carlos Lacerda, onde comunidades foram removidas e criou-se a Cidade de Deus, Vila Kennedy.. 
A ONU desaconselha firmemente a implantação de grandes projetos urbanísticos em um único local. 
Hoje é claro que isso não funciona. Hoje é notório que isso é ruim, para os moradores e para a cidade. 
Só os técnicos da prefeitura de Niterói não sabem?! Ou os políticos? Alegam que Niterói não tem áreas vagas... isso é mentira porque existem vários prédios vazios e abandonados no centro de Niterói. Há diversas áreas que podem ser ocupadas por partes desse déficit habitacional.. mas para isso é necessária vontade política. 
A comunidade da Fazendinha não é contra o projeto. Esta população é contra a remoção de suas casas; é contra a implantação de um mega projeto. A cidade é contra um mega projeto concentrado num único local, que só vai agravar a situação que parece hoje insustentável que vivemos no dia-a-dia.. Mas pode piorar.. e muito.

Não precisamos de apresentações pirotécnicas, de falas ilusionistas. Chega de sofismas.
A população está acordando.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Lembre de assinar! Só comentários COM NOME serão postados.
Obrigada por participar!