domingo, 10 de julho de 2011

Niterói: Memória Abandonada II - Residência Norival de Freitas

Em matéria publicada quinta-feira passada dia 7 de julho, este blog registrou o estado de abandono em que se encontra esta residência no Centro de Niterói, sem ter certeza de seu tombamento, agora confirmado. Ver mais fotos em:
http://www.desabafosniteroienses.com.br/2011/07/niteroi-memoria-abandonada.html
Por que será que a casa está sem os devidos cuidados da secretaria de cultura da cidade?!

Rua Maestro Felício Toledo, 474 - Centro

A construção do Solar Notre Rêve está intrinsecamente ligada à historia do seu proprietário, Norival de Freitas. Advogado e político, Norival nasceu em Niterói, em 29 de junho de 1883, e faleceu em 22 de fevereiro de 1969.Formou em Direito, em 1907, viajando em seguida para a Europa, onde levantou e recolheu importantes documentos históricos. Tais documentos, quando de seu retorno ao Brasil, foram doados ao Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro - IHGB, fato que lhe rendeu o titulo de membro daquela instituição. Ao voltar-se para a política, foi detentor de grande prestígio, elegendo-se, algumas vezes, deputado federal e, vereador da Câmara Municipal de Niterói, durante a década de 20.

De acordo com o jornal O Fluminense, sua força política era tão grande que Norival de Freitas chegou a criar uma nova corrente ideológica no estado, os "norivalistas".

Em 22 de fevereiro de 1969, Norival de Freitas falece. Sua viúva reside no solar ate 1976, ano de sua morte.

O solar foi construído em 1921 para servir de residência daquele político fluminense. O prédio apresenta-se em estilo eclético romântico, com elementos de caráter art nouveau e técnicas dos mestres-de-obra portugueses - marcando o apogeu político de seu proprietário. A autoria de seu traçado é do francês Berrals, e o responsável pela execução das obras foi João Dalossi .

A imponência de sua edificação, em dois pavimentos, é suavizada pela delicadeza dos trabalhos de ornamentação plena de curvas e guirlandas que se expandem pelas paredes e sacadas. Seu interior foi decorado com pinturas em pouchoir e revestimentos importados, caixilharias de vidros coloridos e, ainda, azulejaria e serralheria art nouveau. O torreão ornado possui um beiral sustentado por singulares mãos-francesas de madeiras. Nas varandas, as colunas em ferro conferem a leveza ao conjunto e as pinturas de paisagens nas paredes externas denotam o espírito romântico da época. Essa leveza da construção criava uma atmosfera onírica no espaço arquitetônico, atestada pela inscrição "Notre Rêve " (nosso sonho), aplicada sobre a sacada. Um jardim de feições pitorescas emolduram o solar.

Em 1984, o sobrado foi parcialmente destruído por um incêndio, tendo tido afetada sua cobertura assim como parte do piso do pavimento superior. Em 1991, a Prefeitura Municipal de Niterói realizou obras de consolidação estrutural do imóvel.

Foi desapropriado pela Prefeitura Municipal , através do Decreto nº 3.197/79. Situado no centro histórico e comercial da cidade, o Solar Notre Rêve integra o acervo arquitetônico da Área de Preservação do Ambiente Urbano - APAU - criada pelo Plano Diretor de Niterói. Encontra-se tombado, desde 1983, pelo Instituto Estadual do Patrimônio Cultural - INEPAC - através do processo E-03/13.574/80, de 20 de junho de 1983.

Retirado do livro "Niterói Patrimônio Cultural", editado pela SMC/Niterói Livros em 2000.

6 comentários:

  1. Há como eu entrar lá dentr para ver como é?

    ResponderExcluir
  2. Estou realizando um trabalho para a Faculdade sobre a Casa,necessito de fotos antigas do imovel para fazer levantamento... se souberem de alguma coisa.

    obrigada!

    ResponderExcluir
  3. Tania, sugerimos que deixe aqui um email ou mande para o email do blog para que possamos te indicar alguma coisa.. abs
    DN

    ResponderExcluir
  4. Fico estarrecida em ver tão belo casarão abandonado. Realmente não damos o devido valor a nossa história, a nossa memória. Uma lástima.

    ResponderExcluir
  5. Niterói como um todo está absolutamente abandonada... lamentável!

    ResponderExcluir
  6. E depois de tantos anos da postagem, a casa continua praticamente abandonada lá

    ResponderExcluir

Lembre de assinar! Só comentários COM NOME serão postados.
Obrigado por participar!