sexta-feira, 3 de junho de 2011

FALTA DE ESTACIONAMENTOS CONGESTIONA ICARAÍ

n'ATribuna em: 03/03/2011 Texto: Paulo Roberto Saboya Foto: Bruno Eduardo Alves

FALTA DE ESTACIONAMENTOS CONGESTIONA ICARAÍ
Este artigo foi publicado pel'A Tribuna há 3 meses atrás.. O que você acha, o problema é a falta de vagas?


A falta de vagas de estacionamento nas ruas de Icaraí está provocando a retenção do fluxo de veículos nas vias públicas, causando enormes engarrafamentos e sendo motivo de inúmeras reclamações de moradores do bairro.
“Icaraí é um bairro de Niterói que cresceu muito da década de 70 para cá, com grandes construções, principalmente, nesse último governo do Jorge Roberto Silveira. Na rua Álvares de Azevedo foram construídos quatro prédios, o que representa mais carros trafegando na região. E o que nós estamos vendo em Icaraí é a redução drástica das vagas de estacionamento. Na Álvares de Azevedo, por exemplo, foi feito um corredor viário sem o menor estudo técnico. E tiraram quase todos os estacionamentos da rua. Na Pereira da Silva esquina com a Tavares de Macedo, existe um centro comercial, com 12 vagas a disposição dos usuários, que estão sendo criminalmente extintas. Isso pode causar mais retenção no trânsito da cidade”, alertou o engenheiro civil, Théo Erthal, 60 anos, criado nas ruas do bairro.
A obra de alargamento da calçada na Pereira da Silva que extinguiu as vagas de estacionamento também é motivo de revolta para a população. “Referente a essa obra na calçada do Centro Comercial Chicago, eu não sei se foi autorizada pela Prefeitura. Se foi, já é um crime. Porque se tem ali 12 vagas de estacionamento e nesse Centro Comercial tem consultórios e clínicas, muitas pessoas que utilizam esse prédio comercial necessitam estacionar seu veículo no local. Icaraí tem uma carência enorme de estacionamentos e retirar mais 12 vagas de uma esquina que não interfere em nada no trânsito, eu acho criminoso. E se a moda pega e todas essas baias que nós temos ao longo da cidade forem eliminadas, o problema ficará pior”, disse Théo Hertal, inconformado com a situação.

O trânsito de Niterói pode entrar em colapso em cinco anos
“A Prefeitura de Niterói através da Secretaria de Obras, determina um certo recuo das construções, porém, os prédios estão colocando grades e ocupando áreas superiores as de passeio público. E mão tem ninguém para tomar providências contra essa, possível, irregularidade. Essas áreas podem ser usadas como estacionamentos, diminuindo o problema de vagas no bairro. Jorge Roberto Silveira durante todo o seu mandato não foi feliz em resolver o problema de trânsito de Niterói. O único que se preocupou realmente, alargando ruas e avenidas foi o prefeito Ronaldo Fabrício (exerceu o cargo de 1975 a 1977). Em consequência a essa falta de planejamento, dentro de cinco anos o trânsito de Niterói vai entrar em colapso. As pessoas vão ter dificuldade de sair da garagem de casa”, enfatizou o engenheiro Civil.
Segundo a Administração do Centro Comercial Chicago, a obra de alargamento da calçada está totalmente legalizada na Prefeitura. Não contendo nenhuma irregularidade. A Prefeitura de Niterói informou que a obra foi autorizada pela Secretaria Municipal de Urbanismo por solicitação do condomínio para a colocação de grades no local.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Lembre de assinar! Só comentários COM NOME serão postados.
Obrigado por participar!