sexta-feira, 27 de maio de 2011

Olhar de Perto a Administração de Niterói

É muito curioso estar presente em uma Audiência Pública na Câmara Municipal de Niterói. Sugiro a todos os leitores que pelo menos uma vez na vida se permitam observar o que ocorre naquele espaço do povo e para povo.
Porque ali fica flagrante, diante dos discursos dos convidados à mesa, ou mesmo na tribuna, a desarticulação que é a administração niteroiense. Sem subterfúgios.


Em outra oportunidade, no fim do ano passado, também constatei isso em um debate com a população do Pé Pequeno e o responsável pela NITTrans, sobre o trânsito no bairro e adjacências.Isso eu conto mais adiante..


Na Audiência Pública de ontem, sobre a desafetação de uma área pública, uma praça no Bairro Peixoto, em Itaipu, a autoridade presente diretamente ligada ao projeto era apenas a secretária de Educação, uma vez que a desafetação envolvia a ocupação de parte de praça por uma escola pública. 
Pasmem: Não tinha ninguém da secretaria de Urbanismo presente, ninguém. 
Então, a secretária de Educação se esforçou, e muito, pra justificar a escolha da área, sem saber que a mesma encontra-se na área de amortecimento de impacto da Serra da Tiririca; sem saber que a área alaga diante de qualquer chuva, e ao mesmo tempo - olhem que curioso! - ela dizia que não podia escolher áreas à direita da Estrada Francisco da Cruz Nunes porque estas, devido à proximidade com a lagoa de Itaipu, alagam!!... 
Ora, mas por que alagam?!
Uma vergonha lembrarmos do perímetro original dessa lagoa, da ocupação desordenada e criminosa das suas margens, assim também como a de Piratininga, invasão esta permitida e incentivada pela prefeitura  desta mesma cidade que fica, com perdão da má palavra, mas não me poupo de usar a expressão, de bunda de fora nessa hora em que a secretária ainda que sem querer, expõe que a cidade é mal administrada! 

E ainda se justifica, supostamente querendo morrer de arrependimento por ter assumido o cargo, ao ter que dizer que não pode se responsabilizar pelas demais secretarias... Não pode mesmo!
Mais adiante a secretária fala do trabalho ambiental que faz nas escolas, e minha amiga na cadeira ao lado levanta com medo de passar mal diante de tamanha incoerência...

Segurei meu estomâgo para seguir ouvindo a explanação da professora enquanto na minha cabeça só vinham os exemplos mais recentes onde a prefeitura dessa cidade sorriso desapropria área da Reserva Ambiental Darcy Ribeiro para construir edifícios e supostamente para desabrigados; onde uma enorme área no bairro do Sapê está também para ser desapropriada para o mesmo fim, em total desrespeito à Mata Atlântica ali remanescente, rios e nascentes.. 
E todas as feridas que acompanhamos nas nossas encostas, já encobertas pelo mato que cresceu ao redor, e que escodem o abandono ambiental em que vive nossas matas, parques e cidadãos, entregues à própria sorte... 
O que a secretária, com seu trabalho ambiental, tem a ver com isso? Talvez nada, mas é muito interessante perceber a desconexão de toda estrutura administrativa da cidade, e obviamente isso é totalmente adequado para que as mais diversas falcatruas possam ocorrer sem que se ligue muito isso com aquilo.. 
A população ainda que um pouco mais ruidosa hoje em dia, continua adormecida.. 



No tal debate do fim do ano passado a Nittrans, na pessoa do sr Marcolini que tentava gentilmente anotar as observações dos cidadãos ali presentes, visivelmente empenhado em solucionar o caos do trânsito que acompanhamos todo dia, e sugeria mudanças de trajeto salvadoras da pátria.. mas não havia a menor vinculação daquela estrutura viária, tráfego, com as vias propriamnete ditas que carecem de rede de dreangem em estado de eficiência... E naquela ocasião lembrei a ele e ao deputado ali presente, antigo morador do bairro, que o acompanhava: 
Como solucionar um problema de trânsito se esta administração permite a cada dia que se construa mais e mais?! 
Como desafogar o trânsito das vias maiores para menores, se estas não resistem à menor chuva? 
O sr Marcolini não teve nem oportunidade de me responder. A ironia é que começou a cair um temporal - era dezembro - e tive que sair rapidinho e preocupada em não conseguir chegar em casa, duas quadras ali adiante. Aquela rua costuma encher a qualquer sinal de água.. Isso desde dezembro até hoje...


Agora a prefeitura fará um mergulhão. Quanto tempo esta solução vai durar, quanto tempo vai atender à demanda dos carros, que não param de aparecer a cada dia nessa cidade de meu-deus?
Por que continua a prefeitura dessa abandonada cidade a atender a demanda de carros, e não a de outros veículos comprovadamente melhores para a situação de caos onde nos encontramos?!
Quando que vão parar de cavar buraco e consertar o buraco cavado?! 
Porque quando se ganha dinheiro com a especulação imobiliária, a cidade cresce e muito. Sem preparo, sem planejamento, só querendo ganhar, e muito!, e a curtíssimo prazo, só há mais pessoas demandando mais serviços, mais infraestrutra, e mais caos... e nos últimos minutos hábeis de um mandato vergonhoso, lá vem seu china na ponta do pé, lé com lé, cré com cré, para salvar a pátria e deixar nos estertores da gestão uma obra mega.. será um elefante branco, ou melhor, uma baleia encalhada? 

Mas não vamos ser pessimistas, meu povo, vamos acreditar mais um vez que tudo há de dar certo... 

Citei uns poucos exemplos que me lembrei agora. Esta tribuna também está aberta . Quem se candidata?


2 comentários:

  1. A população de Niterói tem que abandonar o sua posição de conforto, e protestar. Pegue o seu vereador, aquele que voce votou. E que sempre aparece sorridente e muito amigável pedir o seu voto nos períodos eleitorais, e cobre dele uma atitude em favor da população de Niterói. Temos que protestar! Estão inviabilizando a cidade, inchando-a, visto que o adensamento populacional só aumenta e a infraestrutura é a mesma de anos atrás. Há um complô contra a cidade, o legislativo, salvo a oposição dos vereadores Waldek e Renatinho, os demais tem uma fidelidade irrestrita, chegando ao nível da conivência, com as ações nefastas do executivo. Os indícios que tudo já está previamente combinado é que por ocasião das audiências públicas, o executivo não manda representantes para defender suas teses. Esta responsabilidade fica a cargo dos próprios vereadores que apoiam o governo, 2 ou 3 comparecem. A justiça também quando acionada, mostra-se insensível. Tudo muito estranho. Estamos sozinhos !
    Pedro Guimarães

    ResponderExcluir
  2. Pedro, vc tem Facebook? tem um grupo se formando lá chamado Niterói não tem prefeito... porque na minha opinião temos que consertar este seu 'estamos sozinhos'... não somos crianças abandonadas, somos MUITOS e que estão insatisfeitos, só nos resta nos organizarmos e aí veremos nossa força...e í não tem pra prefeito nenhum... me add lá no FB! abraços e obrigada por participar.

    ResponderExcluir

Lembre de assinar! Só comentários COM NOME serão postados.
Obrigado por participar!