domingo, 27 de março de 2011

Três opiniões de quem conhece de perto o morro do Preventório


Salvem o Preventório em Niterói/RJ por Ana Paula da Silva


Mais de 20 homens invadiram o morro do Preventório em Niterói. E a polícia está em ação agora segundo moradores. Uns dizem que estão escutando tiros e que há mortos.

O morro do Preventório que fica em Charitas-Niterói é uma comunidade que sempre foi tranqüila, sem tráficos de drogas. Cercada pelo poder público local (fortes, delegacia, corpo de bombeiros) e diversos projetos sociais, é um lugar lindo com vista linda. Existe no interior da comunidade pizzaria, farmácia, creches, padarias... Nunca nada de ruim se fortaleceu lá, mas muitos dizem que as grandes incursões no Rio fizeram os bandidos migrarem para o outro lado da baía.

Hoje MUITO triste por ver o lugar que nasci... por Daniela Araújo, moradora do Preventório e jornalista


...tomado de policiais e traficantes. Por sentir de perto a angústia de ter os seus entre tiros e violências de diferentes tipos. Ainda tenho que ler inverdades nos jornais e sentir vergonha alheia, por coleguinhas (jornalistas) que não se dão o trabalho de apurar e só ajudam a contribuir com ...o pré-conceito sobre as favelas.


Este link faz parte da legenda da foto dela, que direciona a crítica que ela faz ao jornalista que escreveu esta matéria no Fluminense: 



Por isso que NÃO leio jornal desde a faculdade de jornalismo. Não quero fazer parte dessa "classe" de "profissionais". Esse "coleguinha" Claudio Manuel que assina a matéria acima do Fluminense online copiou esse texto de alguma noticia antiga? Minuciosa essa apuração heim... aff

Divulguem a VERDADE!! por Cibelle Arcanjo 

Não vamos deixar que o mau uso da mídia estrague a imagem verdadeira de uma favela que SEMPRE foi pacífica, sem tráfico organizado e sem grandes problemas relacionados a esse tipo de estereótipo marcado em comunidades/favelas.

Moro aqui desde que nasci! Acompanho o dia-a-dia desse lugar que sempre amei, e acreditei!
Aqui sempre foi muito calmo, cheio de paz. Os moradores muito unidos, e sempre denunciantes quando qualquer coisa estranha tentasse surgir! Estimulam as atividades sociais, sendo abertos e colaboradores para que esse tipo de proposta esteja presente principalmente com suas crianças e adolescentes. 

Não dá pra acompanhar a falta de competência e verdade dessa mídia, que insiste em associar as comunidades à violência. 

É simplesmente mais fácil falar que a situação faz parte do dia-a-dia desse morro, do que criticar as políticas de segurança que tiram os traficantes da Zona Sul e não se importam pra onde os mesmos irão! 

Quiz dizer isso porque estou lendo em várias matérias pela internet, dizendo como se o Preventório já tivesse tráfico aqui dentro, o que não é verdade. Isso tudo é novo pros moradores daqui. 

O que aconteceu foi que anteontem - dia 25 -  moradores do morro viram quando vários homens chegaram em duas vans e subiram (invadiram) armados a comunidade. Os moradores denunciaram, e ontem a policia invadiu.

Esses traficantes que chegaram não moravam aqui, nem faziam parte de tráfico algum do morro, simplesmente chegaram e tentaram invadir. Aí os moradores denunciaram e a polícia chegou ontem, com helicópteros e chegou a ter troca de tiros...

2 comentários:

  1. Isso é evidente conivência com a estratégia da "segurança pública", de re-arrumar o tráfico, impondo o controle das milícias nas favelas-vitrine (fechada com o TCP) e empurrando o CV (que não aceitou pagar "aluguel" de comunidades às milícias) para as favelas menos visíveis, contadas por centenas. Os "funcionários" excedentes dessa re-arrumação tiveram que se deslocar e se espalharam por Niterói e região dos lagos. O acerto foi com os verdadeiros donos do tráfico - alguns "respeitáveis" empresários, com empresas legais pra lavar (parte d)a grana (pois é MUITA grana) -, não com os varejistas de favela. É o neoliberalismo no tráfico, reduzindo os quadros e enxugando a "empresa".

    ResponderExcluir
  2. Gente! Sou jornalista por formação, mas a minha classe não apura direito os fatos. Saiu no jornal O Fluminense que "um grupo rival dos traficantes da localidade teria invadido o morro" - Lá no Preventório NUNCA teve grupo de traficantes. O morro foi invadido ontem à noite. Tudo isso é novo para os moradores. (Ana Paula da Silva

    ResponderExcluir

Lembre de assinar! Só comentários COM NOME serão postados.
Obrigado por participar!