sexta-feira, 18 de fevereiro de 2011

Mais um desabafo niteroiense: agora em Camboinhas!!


Acharam que já viram de tudo e que pior que está não pode ficar? 

Pois enganaram-se!! Vai piorar e muito..

Teremos breve em Camboinhas, ao lado do Canal de Camboatá, aspas para o 'pertinho da praia', a construção de míseras 648 unidades em 18 blocos, que se transformarão em aproximadamente mais umas 2 mil pessoas circulando pra cima e para baixo na estupenda estrada Francisco da Cruz Nunes - já vi esse nome antes..- , indo e voltando na ponte para o Rio, lotando a praia, consumindo no shopping, jogando lixo, consumindo a água, votando.. Realmente será mais um 'desafio'...Encarar os mega engarrafamentos, a falta d'água, de sombra....

Tudo para seu maior conforto, 'tudo que você e sua familia precisam', como diz o blog propagandista abaixo...

'Mas como pode', estão se perguntando alguns atônicos?! 

Podendo.

Uma vez comecei a escrever uma matéria sobre a comarca de IORETIN, na provícia de OIR, onde os representantes oficiais eram empresários locais da construção civil que se beneficiavam disso a grande... Construiam, construiam e aprovavam e aprovavam seus próprios projetos..A cidade que se danasse.

O alcaide pouco era visto ou sabido, e diziam mesmo era que morava mais ao norte, em Meame... 

Enfim, nunca terminei esse texto... acho que tomei nojo.

Vivam os egípcios que berraram e foram em praça pública reclamar por um mundo melhor. 

Enquanto continuarmos falando "não sei onde isso vai parar" e continuarmos só mudando de canal, só virando a folha do jornal e só pedindo outra cerveja, eu sei bem onde isso vai dar... 

Basta aguardar as águas de março chegarem e aí veremos como tudo pode ficar muito, mas muito pior. Comprem logo sua unidades, antes que NITEROI acabe!



quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

Oásis Resort De Morar , Camboinhas Niterói

O empreendimento Oásis Resort De Morar Camboinhas , é um excelente negócio para quem gosta de desafios, lazer e praticidade , pois este complexo tem como ponto forte uma área verde jamais vista na região de Niterói e  fica no centro  de tudo em  Camboinhas e sem contar que fica bem "pertinho da praia".

Um resort de morar exclusivo, conceito único em Niterói,
que reúne tudo que você e sua família precisam
Camboinhas Bairro de Turismo em Niterói
É uma extensão da própria Praia de Itaipu. Suas águas são transparentes e esverdeadas, com areia clara e fina.. A orla é repleta de quiosques especializados em frutos do mar e petiscos, servidos em mesas à beira mar. É a mais frequentada nos finais de semana. No canto esquerdo reúnem-se os praticantes de wind-surf. 
FICHA TÉCNICA

ÁREA DO TERRENO: 85.000 m²
ÁREA PRIVATIVA – APTO TIPO 3 QTS: 98 Á 105 m² (1 SUÍTE)
ÁREA PRIVATIVA – COB. 2 QTS: 155 Á 173 m² (1 SUÍTE)
ÁREA PRIVATIVA – COB. 4 QTS: 263 Á 264 m² (2 SUÍTES)
ÁREA PRIVATIVA – APTO TIPO 2 QTS: 78 Á 81 m² (1 SUÍTE)
ÁREA PRIVATIVA – APTO TIPO 4 QTS:128 Á 131 m² (2 SUÍTES)
ÁREA PRIVATIVA – COB. 3 QTS: 201 Á 210 m² (1 SUÍTE)
Nº DE BLOCOS: 18
Nº DE VAGAS: 2 QTS 1 , 3 e 4 QTS 2 VAGAS , COB. 2 VAGAS.
Nº DE  QTS: 2,3,e 4 QTS
TAXA DE OCUPAÇÃO: 17,5 %

5 comentários:

  1. Ana Cristina Bonan comentou seu link.
    Ana escreveu: "É... esse empreendimento fica do outro lado da rua do meu condomínio... è uma área com vegetação densa, onde morava uma família que criava galinhas quando me mudei, há 8 anos. Há uns anos a família foi expulsa, por ordem judicial. Não sei como, se por vias legais ou escusas conseguiram esta proeza! Imagino o pobre do canal ao lado. Já coloquei no Facebook fotos denunciando o resultado das obras da Prefietura na Almirante Tamandaré. Simplesmente estão jogando esgoto neste canal! Um absurdoooo! A Região Oceânica está um LIXO! Há uns anos, participei de um grupo que se mobilizou para que um empreendimento desses não fosse levado adiante um pouco mais à frente na Florestandes Fernandes. Fizemos um abaixo assinado porque tentaram esquentar uma área enorme, ao longo da Lagoa, logo ao lado do Ubá Camboinhas. No final, a área foi caracterizada como de Proteção Permanente. Neste caso, não sei... :-( Já picharam até um "Não comprem: terreno roubado!" num dos enormes cartazes de lançamento que fica no terreno."

    ResponderExcluir
  2. Cláudia Crespo escreveu:
    Ainda sobre a especulação imobiliária.
    Essa cidade é de quem?
    Pois então, esses homens eleitos pelo povo, para governarem pelo povo, conseguem tudo quando "querem".
    O problema é que sempre 'querem' em TROCA de algum" interesse", tem que haver um interesse por trás.
    Está pra nascer ainda aquele que colocará aqui em Niterói a cara, junto com o povo, indo pra rua fazer passeata CONTRA ESPECULAÇÃO IMOBILIÁRIA. Quando eu vir isso vou acreditar em mudança legítima. SÃO NA MAIORIA COMPROMETIDOS E COVARDES, E OS DEMAIS SÃO COMEDIDOS.
    Temos uma excessão, o Paulo Eduardo Gomes. Ele é um apoiador dessa causa, ele tem um olhar diferente sobre Niterói, devo admitir e elogiá-lo. Cadê ele? Tá fora...
    Estamos vivendo um momento de crise séria e grave em Niterói, e mesmo assim observo na sociedade um comportamento TAMBÉM comedido. Isso daria uma excelente tese de estudo sociológico, antropológico.
    Há uma insatisfação enorme por parte dos moradores, mas ninguém parte pra uma virada. Há uma acomodação, um certo sentimento de que 'ainda não chegou por aqui'..., 'da minha janela ainda vejo o sol e um verdinho'..., 'me deixa quieto no meu canto'...
    As pessoas não têm um olhar para a cidade, e sim para o quintal.
    As pessoas no geral estão a cada dia mais ocupadas com seu trabalho e com a correria da vida, isso as afastam muito desse envolvimento necessário para mudança.
    Antes eu achava que faltava só vontade, hoje percebo que falta tempo também.
    Acredito que será preciso haver quebra de paradigmas, para a sociedade daqui acordar. Vai haver um colapso, olhem a volta!
    Lembrem-se das chuvas de abril de 2010, mortes... a cidade parou.
    Novas chuvas virão a seguir dessa seca.
    A água está escassa.
    O calor está insuportável.
    Corrupção, malandragem, falta trabalho, miséria.
    A cada dia a população carente se multiplica como ratos.
    Nenhum investimento em infraestrututa, saúde e educação.
    Crescimento de construções e automóveis...

    Minha opinião é de uma virada social, partindo de uma liderança social, não mais política, pois eles estão todos comprometidos, não farão nada, temos que adquirir independência política e partir na luta por qualidade, sem eles, temos que nos tornar independentes deles. A sociedade civil é a maioria, não há como ir contra esse número. Se conseguirmos ter voz ativa, pulso, liderança e combatividade conseguiremos ser vistos. Não existimos para o poder público!

    A iniciativa privada faz tudo pelo cliente, quer formar vínculos de longo prazo, e o poder público nem enxerga os seus clientes.

    Queremos que a cidade seja organizada, sustentável, tenha qualidade de vida e que esteja em equilíbrio com o meio ambiente do qual fazemos parte e estamos inseridos .

    Para isso a sociedade precisa mudar sua estratégia e tática, precisa mostrar que quem dá o poder pode tirá-lo também.
    Só assim eles nos enxergarão, quebrarão suas alianças e virão junto de nós para conversar e participar das nossas vidas.

    ResponderExcluir
  3. Eleições para prefeito ano que vem. Dá para esperar? Não. Então vamos reclamar nas ruas, ué... quem vai marcar aí, um dia, uma semana, nós espalhamos.

    ResponderExcluir
  4. Contato ao CCRON
    Bom dia! Estou tentando em vão um esclarecimento junto à Prefeitura de Niterói e talvez vocês possam me ajudar. Gostaria de saber se existe o estudo de impactos a cada liberação de construções de prédios na Região. Só vejo mais construções (agora uma mega construção de prédios em Camboinhas) e nenhum investimento principalmente no sistema viário da cidade. Vocês saberiam me esclarecer a respeito ? Muito obrigada
    ADRIANA LIMA

    Prezada srª Adriana em relação ao seu e-mail, informamos que o CCRON protocolou junto ao MPE, em 26/01 pp, oficio nº 05/01 de 24/01/2011, solicitando ao MPE providencias quanto ao empreendimento em questão. O Ministério Publico abriu sindicância para apurar. O oficio do CCRON endereçada ao MPE a srª poderá ter acesso através do site do CCRON - www.ccron.org.br , em correspondências.
    Atenciosamente, Guilherme Flach

    From: Site CCRON
    Sent: Thursday, February 17, 2011 8:16 AM
    To: ccron@ccron.org.br
    Subject: Mega construções Região Oceanica

    ResponderExcluir
  5. Denúncia!!!!! Começaram a desmatar uma enorme área para a construção de um mega condomínio em Camboinhas. Moro ao lado e carangueijos enormes estão sem rumo. Vários já apareceram na rua e acabo de achar um na porta (literalmente) da minha casa. Como pode a Prefeitura dar carta branca para este crime ambiental????? Estou muito triste!
    Ana Cristina Bonan

    ResponderExcluir

Lembre de assinar! Só comentários COM NOME serão postados.
Obrigado por participar!