sexta-feira, 24 de dezembro de 2010

Ai que inveja de Itaboraí.. que pelo visto tem prefeito e equipe...

Cláudia CC comentou: "Põe inveja nisso! Isso que dá morar no reino de Ioretin!!...lembra?" 
Francisco FA comentou: "Pelo jeito o prefeito de lá trabalha e se faz presente, aliás se candidatou para trabalhar todos os dias pelo municipio. Pra finalizar, que tal, todos amigos do FaceBook, nos darmos um bom aumento salarial (não importa onde estejamos trabalhando) ao apagar das luzes deste ano ? Proponho, pra começar uns 280% (achei os 140% um tanto acanhado), claro que fora as mordomias, e chegando este aumento até aos amigos mais distantes ! 
Afinal, quase não faltamos ao trabalho, trabalhamos o ano inteiro, pagamos todos os impostos que nos cobram (esses às vezes em cascata), e se o não fazemos a justiça nos perseguirá, somos submetidos aos juros mais caro do mundo, temos uma das mais altas cargas tributárias do mundo, temos uma das piores logistica do mundo, um dos mais altos índices de analfabetismo, falta de saneamento básico, inclusive na barra da tijuca, e por ai vai....Feliz Natal a todos !! Me desculpem o desabafo deste niterioense, angustiado por existirem tantos bandidos soltos !!!" 

Defesa Civil de Itaboraí faz prevenção contra chuvas

ITABORAÍ - O verão começa hoje, 21/12, e com ele a temporada das chuvas. Por conta disso, a Defesa Civil de Itaboraí já está em alerta para evitar que a cidade sofra com os prejuízos e tragédias provocadas pelas inundações desta estação. No início deste mês, o órgão passou a articular, coordenar e gerenciar ações de redução de desastres em nível municipal e oferecer mais agilidade no atendimento à população.
Nesse sentido, a Prefeitura de Itaboraí fez obras de saneamento, construção e ampliação da rede de esgoto, drenagem e dragagem de rios para que novas enchentes fossem evitadas.
O tenente-coronel Edvaldo Côrtes Moreira, coordenador da Defesa Civil do município, afirma que Itaboraí, em caso de desastre, pretende implementar o Plano de Contingência, que irá organizar funções e disponibilizar equipamentos e materiais de apoio das secretarias municipais, associações de moradores e ainda voluntários em caso de inundação. A Defesa Civil pede para que o morador fique atento. Numa tempestade, caso a água invada a residência, é preciso procurar abrigo mais seguro, como igrejas e escolas o mais breve possível.
“Em Itaboraí não há morros que ocasione deslizamento de terra. O que registramos são alagamentos. Recebemos diariamente da Superintendência Operacional da Secretaria Estadual de Saúde e Defesa Civil (Sesdec) a previsão do tempo pela internet, chegada de frente fria e alertas, com previsão de fortes chuvas. Não estamos livres de desastres, mas trabalhamos ao longo deste ano para diminuir a ocorrência e a intensidade dos acidentes”, afirma Edvaldo.
Ainda de acordo com o coordenador, a junção da Defesa Civil com a Secretaria de Saúde irá facilitar a atuação do órgão em ações preventivas. Agentes comunitários poderão orientar a população a não construir moradias em áreas de risco e passíveis alagamento como margens de rios, canais, córregos ou próximos da linha férrea; vistoriar imóveis que apresentem rachaduras ou fissuras; oferecer prioridade de atendimento as vítimas de enchentes, medicando e vacinando os desabrigados e desalojados das áreas afetadas, entre outras atividades.
A Defesa Civil de Itaboraí funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, mas atua em regime de plantão, 24 horas por dia, final de semana e feriados, através do no telefone 2635-1121, para registros de emergências na cidade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Lembre de assinar! Só comentários COM NOME serão postados.
Obrigado por participar!