sexta-feira, 5 de novembro de 2010

População diminuiu, mas construção de imóveis não pára

Deu n'OGlobo enviado por leitor Igor Rios - 05.11.2010  12h30m
Dados preliminares do Censo 2010 apontam uma queda de 4% da população de Niterói, comparado com o Censo de 2000. De lá pra cá perdemos cerca de 18.000 habitantes, enquanto que outras cidades, como Maricá, tiveram aumento de 50%. Fatores como preço dos imóveis, falta de segurança e trânsito caótico são apontados como colaboradores desta diminuição. Porém o que mais vemos são prédios sendo erguidos. Com isso vem a questão: se a população está diminuindo e o número de apartamentos aumentando, o que fazer com tantos apartamentos?
Niterói está deixando de ser cidade dormitório para ser cidade de passagem. A população de diversas cidades ao redor, como Maricá, São Gonçalo e Itaboraí, vem até Niterói para pegar a barca ou a ponte em direção ao Rio. O Centro de Niterói, lotado de ilegalidades como camelôs, flanelinhas e ambulantes, e está longe de ser atrativo para grande empresas. Se nada de radical for feito, seremos cada dia mais uma cidade de passagem.
Imaginem um poderoso executivo, que trabalha na cidade do Rio de Janeiro, claro, querendo comprar um apartamento na Região Oceânica, por exemplo. Qual será o argumento que o corretor terá que dar quando ele questionar a respeito da distância até o seu trabalho? Com certeza ele não vai se animar ao saber que levará uma hora e meia para chegar ao trabalho, somando três horas por dia. Horas que ele poderia estar em casa com sua família são jogadas fora no caótico trânsito da cidade. Do que adianta embelezar a cidade com monumentos de Niemeyer se a qualidade de vida de seus moradores vem caindo e a cidade se esvaziando?
DesabafosNiteroienses comenta:
Igor, 
o Carlos Krykthine, presidente do IAB/RJ-NLM, também comentou a notícia do censo, dizendo assim: "Observem que Niterói perdeu 4% da População na ultima década - cerca de 18 mil habitantes - presumo que tenhamos exportado para municípios vizinhos, como Maricá (com 51,45%), os pobres e familias de baixa renda, que ainda possuem alguma mobilidade econômica, e ficamos com os ricos e miseráveis - acentuando ainda mais o contraste social da cidade. Quando for liberado os dados detalhados, poderemos verificar esse fenômeno!" 

Vale lembrar também que ainda tem muito imóvel vazio em Niterói e já ouvi reclamações de pessoas que não foram recenseadas...Abraços DN

Um comentário:

  1. Eita! Que louco! Como pode isso?

    Como, segundo o IBGE, a população de Niterói foi estimativa em 479.384 habitantes em 2009, e 441.078 habitantes em 2010?
    Uma decréscimo de 38.306 habitantes! É muita coisa...
    Por acaso houve uma chacina na cidade e não fiquei sabendo? Estão deportando pessoas?

    Só pode ter algum engano nisso!

    É só observar a quantidade de novos prédios e condomínios sendo construídos; e tudo sendo vendido, alugado, consumido...
    O trânsito que, mesmo com obras, só piora cada vez mais.

    Definitivamente, deve ter algo errado nisso tudo!
    Como diz um ditado popular: “Tem caroço nesse angu”.

    Abs,

    Bruno Maggio

    ResponderExcluir

Lembre de assinar! Só comentários COM NOME serão postados.
Obrigado por participar!