domingo, 7 de novembro de 2010

Lixão no Morro do Céu


Informe d'OFluminense por Marcelo Macedo Soares
Questionando 1
O deputado estadual Rodrigo Neves (PT) entrou com uma representação junto ao Ministério Público e à Secretaria Estadual do Ambiente, fazendo uma série de questionamentos sobre a reativação do aterro sanitário do Morro do Céu, no Caramujo, em Niterói. Segundo o parlamentar, o local já estava condenado antes mesmos das chuvas de abril. “A reabertura daquele lixão é um absurdo. Os resíduos estão sendo despejados lá de qualquer forma, sem cuidado algum, levando ainda mais riscos para os moradores do local”, afirmou Neves.
Questionando 2

No documento o deputado questiona também o destino das máquinas que eram utilizadas na usina de reciclagem que existia no local, e fazia parte do Programa de Despoluição da Baía de Guanabara (PDBG). Através do programa, foram investidos R$ 15 milhões nestes equipamentos. O lixo, aliás, está sendo despejado justamente no local onde funcionava a usina de reciclagem.
Questionando 3

Segundo o promotor titular da Promotoria de Justiça de Tutela Coletiva de Defesa do Meio Ambiente e do Patrimônio Cultural do Núcleo Niterói, Luciano Mattos, já recebeu o documento. Ele explicou que o aterro está funcionando com licença emitida pelo Instituto Estadual do Ambiente (Inea), que é renovada a cada 30 dias, obedecendo uma série de critérios.
Questionando 4
“O importante nessa questão é saber que solução a Prefeitura de Niterói vai dar para o problema. O aterro foi autorizado a funcionar temporariamente e a cidade precisa solucionar este problema definitivamente”, afirmou Mattos, acrescentando que vai apurar os questionamentos feitos pelo deputado Rodrigo Neves.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Lembre de assinar! Só comentários COM NOME serão postados.
Obrigado por participar!